(11) 947674887
Oferta da Semana Oportunidade para Investidor Imóvel ótima localização
Notícias

ÍNDICE FIPEZAP ABRE 2021 COM ALTA DE 0,35% NO PREÇO MÉDIO DE VENDA RESIDENCIAL.

03/02/2021



Índice FipeZap abre 2021 com alta de 0,35% no preço médio de venda residencial.

Avanço registrado em janeiro foi impulsionado pelo aumento dos preços dos imóveis em 13 das 16 capitais monitoradas pelo índice.

Análise do último mês: o Índice FipeZap, que acompanha o comportamento do preço médio de venda de imóveis residenciais em 50 cidades, registrou avanço de 0,35% em janeiro de 2021, frente à alta de 0,46% em dezembro de 2020. Comparativamente, a variação mensal do índice superou o comportamento esperado do IPCA/IBGE para o mês (+0,30%), segundo expectativa publicada no último Boletim Focus do Banco Central do Brasil. Uma vez confirmada a variação esperada dos preços ao consumidor, o preço médio de venda de imóveis residenciais abrirá o ano de 2021 com alta de 0,05% em termos reais. Individualmente, entre as capitais monitoradas pelo Índice FipeZap de Venda Residencial as variações registradas em: Maceió (+1,82%), Manaus (+1,43%), Curitiba (+1,15%), Vitória (+0,90%), Florianópolis (+0,88%), Goiânia (+0,74%), João Pessoa (+0,72%), Brasília (+0,69%), Porto Alegre (+0,62%) e São Paulo (+0,46%). Em contraste, apenas 3 capitais registraram recuos: Belo Horizonte (-0,53%), Campo Grande (-0,13%) e Fortaleza (-0,13%). No Rio de Janeiro, outro município com peso importante na composição do Índice FipeZap, a variação registrada em janeiro de 2021 foi de +0,26%.

- Análise dos últimos 12 meses: nesse recorte temporal, o Índice FipeZap acumula alta nominal de 3,87%, ante variação de +4,61% esperada para o IPCA/IBGE nesse período. Na comparação entre a variação acumulada do Índice FipeZap e a inflação esperada, a expectativa é que o preço médio de venda dos imóveis residenciais encerre o período com queda real de 0,70%. À exceção de Recife, onde o preço médio de venda residencial acumula uma retração de 0,28% nos últimos 12 meses, as demais capitais monitoradas apresentam variações positivas, destacando-se aquelas observadas em: Manaus (+11,0%), Brasília (+9,52%), Maceió (+9,48%), Curitiba (+9,32%), Vitória (+7,78%), Florianópolis (+7,35%) e Campo Grande (+5,12%). Em São Paulo e no Rio de Janeiro, os preços médios de venda de imóveis do segmento residencial acumulam altas de 3,91% e 1,88%, respectivamente.

- Preço médio de venda residencial: tendo como base a amostra de imóveis residenciais anunciados para venda nas 50 cidades monitoradas pelo Índice FipeZap de Venda Residencial, o preço médio calculado em janeiro de 2021 foi de R$ 7.524/m². Mais especificamente, as capitais monitoradas que registraram o preço de venda mais elevado no último mês foram: Rio de Janeiro (R$ 9.470/m²), São Paulo (R$ 9.366/m²) e Brasília (R$ 8.099/m²). Já entre as capitais monitoradas com menor valor médio de venda residencial por metro quadrado no último mês, destacaram-se: Campo Grande (R$ 4.306/m²), Goiânia (R$ 4.531/m²) e João Pessoa (R$ 4.544/m²). 


Amanda Bueno - Índice Residencial, Índice Residencial Venda, Noticias FipeZAP, Pesquisas e relatórios
3 de fevereiro de 2021


 




Fonte: FipeZap

Outras Notícias

A HORA DE COMPRAR SEU IMÓVEL É AGORA – SELIC 2,00%

A hora de comprar seu imóvel é agora – Selic 2,0% Em um momento de pandemia como o que vivemos atualmente, o valor de ter sua...

RENTABILIDADE IMOBILIÁRIA EM SÃO PAULO CONTINUA EM ALTA !

Rentabilidade imobiliária em São Paulo continua em alta. Indice chegou ao patamar anual de 5,6%, aponta levantamento do portal Imo...

CONSUMIDORES ESTÃO MAIS INTERESSADOS EM COMPRAR DO QUE ALUGAR IMÓVEL

M E R C A D O I M O B I L I Á R I O Consumidores estão mais interessados em comprar do que alugar imóvel Levantamento do Im...

TENDÊNCIAS DO MERCADO IMOBILIÁRIO, COMPRA E LOCAÇÃO - FIPEZAP

ÚLTIMAS NOTÍCIAS fipezap 08/2020 TENDÊNCIAS DO MERCADO IMOBILIÁRIO, COMPRA E LOCAÇÃO - FIPEZAP Clique...

COPOM CORTA SELIC PARA 2% AO ANO E DIZ QUE SE HOUVER ESPAÇO PARA MAIS, É PEQUENO.

Copom corta Selic para 2% ao ano; , e diz que, 'se' houver espaço para mais, é pequeno. Ajuste de 0,25 ponto foi o nono c...

PREÇOS DE IMÓVEIS SOBEM EM JULHO E SUPERAM A INFLAÇÃO EM 2020, MESMO EM MEIO À PANDEMIA.

Preços de imóveis sobem em julho e superam a inflação em 2020, mesmo em meio à pandemia. Segundo o FipeZap, ...

A HORA DE COMPRAR SEU IMÓVEL É AGORA SELIC 2,25%

A hora de comprar seu imóvel é agora - Selic 2,25% Em um momento de pandemia como o que vivemos atualmente, o valor de ter sua casa...

POR QUE ESSA É A HORA DE COMPRAR IMÓVEIS ?

Por que essa é a hora de comprar imóveis? Estudo da Abrainc mostra que ativos imobiliários representam um investimento com u...

O PREÇO DO IMÓVEL VAI SUBIR MUITO NO BRASIL, DIZ EMPRESÁRIO DA CONSTRUÇÃO CIVEL

O preço do imóvel vai subir muito no Brasil, diz empresário Incorporador Antonio Setin afirma que preço da constr...

IMÓVEIS PRÓXIMOS AO METRÔ SÃO MAIS RENTÁVEIS AOS INVESTIDORES EM REGIÕES NOBRES DA CIDADE.

Imóveis próximos ao metrô são mais rentáveis aos investidores em regiões nobres da cidade. Em div...
icone-whatsapp 1
redesp_facebook.pngredesp_skype.pngredesp_twitter.pngredesp_instagram.png
LANÇAMENTOS E PRONTOS - São Paulo / SP
Apartamentos - Salas Comerciais - Hotéis 

K L E B E R - Corretor de Imóveis / CRECI-SP 187488-F
www.kmimovel.com.br © 2021. Todos os direitos reservados.
Site para Imobiliarias
Site para Imobiliarias

Esse site utiliza cookies para garantir a melhor experiência e personalização de conteúdo. Ao continuar navegando, você concorda com nossa Política de Privacidade.